quinta-feira, 11 de junho de 2009

Gás de enxofre desponta como possível rival do Viagra

.

Estudado como possível tratamento para disfunção erétil, o gás sulfídrico (H2S) se mostrou agora capaz de promover ereção em testes com ratos e tecidos humanos em laboratório. Conhecida por seu cheiro de ovo podre, a substância também tem papel na regulação de músculos que controlam a circulação sanguínea no pênis.
Em estudo publicado hoje na revista "PNAS", os cientistas afirmam que o sucesso dos testes preliminares não está "nada mal" para um gás que até recentemente "era mais conhecido como um poluente tóxico".

O trabalho foi liderado por Louis Ignarro, da Universidade da Califórnia em Los Angeles, e Giuseppe Cirino, da Universidade de Nápoles. Ignarro ganhou o Nobel de Medicina de 1998 pelas suas pesquisas com sinalização celular com o óxido nítrico --mecanismo sobre o qual o Viagra atua.
O H2S é criado por enzimas a partir da cisteína, um aminoácido. "Os tecidos do pênis possuem duas enzimas responsáveis pela conversão da cisteína em H2S".
Nos humanos, o gás é responsável pela vasodilatação do corpo cavernoso, região do pênis que se enche de sangue na ereção. "Drogas que interfiram nessa via bioquímica poderiam levar a um novo tratamento."
Os pesquisadores demonstraram o efeito em ratos e em células humanas do corpo cavernoso. O tecido peniano usado nos experimentos foi doado por homens que haviam feito cirurgia para mudança de sexo.
Se a nova abordagem vai dar tão certo quanto o Viagra, ainda é dúvida. "A vantagem do Viagra é que a enzima que ele inibe é abundante no corpo cavernoso", explica o farmacólogo Gilberto de Nucci, da USP. Talvez o H2S atue mais como mediador no organismo.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u527955.shtml

0 comentários:

Assistindo a Vida

Carregando...

 
Powered by Blogger